domingo, 12 de julho de 2009

Google desafia Microsoft e anuncia sistema operacional

Google Chrome OS será lançado em 2010

Chrome OS A Google acaba de anunciar estar desenvolvendo um sistema operacional para computadores pessoais, o que o mercado já avalia como um desafio direto ao líder de mercado, o Microsoft Windows.

Segundo a empresa, o Google Chrome OS, de código aberto, será voltado inicialmente para netbooks, que devem estar no mercado em meados do ano que vem.

"Rapidez, simplicidade e segurança são os aspectos-chave do Google Chrome OS", anunciou a empresa em seu blog oficial. Segundo a Google, o sistema operacional será uma "extensão natural" do seu navegador de Internet, o Chrome.

Os autores do post, Sundar Pichai, vice-presidente de produtos do Google, e Linus Upson, diretor-engenheiro da empresa, disseram que o novo sistema foi desenhado "para ser rápido e leve, iniciar e levá-lo para a Internet em questão de segundos".

"Os sistemas operacionais que os usuários têm à disposição foram desenhados em uma era em que não havia a Internet", eles argumentaram, acrescentando que o Chrome OS é "nossa tentativa de repensar o conceito de sistemas operacionais".

A pesquisa levou os programadores de volta aos princípios, afirmaram. "Estamos redesenhando completamente a arquitetura de segurança subjacente do sistema, de forma que os usuários não tenham que lidar com vírus, programas malignos e atualizações de segurança".

Para a Google, um sistema operacional "tem simplesmente que funcionar".

A gigante de software já possui um sistema operacional para telefones celulares, que também pode ser usado em netbooks. O Chrome OS será voltado também para laptops e computadores de mesa de usuários que passam muito tempo conectados.

Este lançamento mostra claramente a intensidade da proposta da Google em tornar a Internet uma base não apenas para páginas estáticas, mas aplicativos ativos, especialmente os seus próprios, Google Docs e Gmail.

Um comentário:

Daniel disse...

Gerson, esta aqui vai ser uma briga que de fato não tenho opinião ainda! Tenho sim muita dúvida sobre isso. Um sistema operacional não é tão simples assim e o google está trilhando o mesmo caminho de monopolismo que a MS seguiu e foi duramente processada na Europa e EUA.
A google não está entrando neste caminho para dar algum valor agregado para o usuário, ou para melhorar qquer um de seus serviços, mas simplesmente para brigar com a microsoft. Vejo mais valor nos produtos que tragam inovação, diferencial, do que brigas de mercado.
Acho que o Chrome tem muito que trilhar ainda, para ganhar espaço, e este espaço será bem mais apertado para o sistema operacional.