terça-feira, 1 de julho de 2008

Time Space Map: o Wiki Geográfico

Recentemente foi desenvolvida uma interessante aplicação prática dos conceitos da Web2.0. Trata-se do “Time Space Map”, que consiste em uma combinação (Mashup1) de fontes de dados históricos como a Wikipedia2 com ferramentas gráficas e cartográficas, tais como o Google Maps3.

Basicamente, esta ferramenta permite a criação de demonstrações gráficas (cartográficas, por exemplo) de eventos históricos como a Expansão do Império Inca ou o Ataque Japonês à Pearl Harbor, na 2ª. Guerra Mundial.

Uma análise mais profunda do Time Space Map, nos mostra que esta ferramenta atende a uma antiga demanda dos estudiosos da História da Humanidade, pois, Leão de Tolstoi, por exemplo, ao escrever “Guerra e Paz” em 1862, externava a sua grande crítica sobre a narração histórica até então, que se limitava a observar a História apenas por meio da progressão linear dos principais eventos relacionados aos fatos. Para ele, no entanto, a História é formada por uma equação muito mais complexa, composta por uma malha de causa e efeito, cujos nós têm base em uma enorme quantidade de pequenos eventos.

Segundo a Concharto, empresa responsável pela ferramenta, o Time Space Map tenta atender aos anseios de Tolstoi, ao permitir a aplicação da metodologia científica à História, fatiando os eventos em “pedaços” menores, assim como se faz no cálculo matemático da integral.

A viabilidade de soluções como a Time Space Map é hoje uma realidade devido à basicamente três avanços tecnológicos promovidos pela evolução da Economia Digital, quais sejam:

  1. Evolução e barateamento dos sistemas de Banco de Dados (software) e de Servidores (hardware), viabilizando a pesquisa em grandes repositórios de informação, antes extremamente onerosas.
  2. Advento de Web Services Geográficos, como o Microsoft Live Search Maps e o Google Maps, permitindo a representação espacial de eventos históricos.
  3. Massiva colaboração na geração de conteúdo em rede, alavancada por ferramentas Web2.0 como a Wikipedia.

Ao expandirmos este conceito ao mundo móvel, ampliamos seu potencial para as mais diversas formas de uso. Neste caso, poderíamos, por exemplo, ter acesso aos Time Space Maps de imóveis que visitamos para compra ou aluguel. Esse Mapa mostraria todas as informações pertinentes ao imóvel, tais como o histórico de seus proprietários e/ou inquilinos, as modificações ocorridas em sua fachada desde a sua construção, a evolução do urbanismo de seu bairro nos últimos 20 anos, entre outros dados.

Assim, torna-se cada vez mais fácil prever que a evolução do conceito de aplicativos como o Time Space Map, atrelados à massiva convergência de dispositivos móveis, contribuirá de forma contundente para a inserção destas tecnologias em aplicações de nosso cotidiano em um futuro muito próximo.

Finalmente, para exemplificar a praticidade da ferramenta, utilizei o Time Space Map para traçar a “linha do tempo” dos primeiros três anos da Expansão da Internet, entre 1969 e 1971.

Notas:

1 - Um mashup (pt.wikipedia.org/wiki/Mashup) é um website ou uma aplicação web que usa conteúdo de mais de uma fonte para criar um novo serviço completo.
2 - Wikipedia -
http://www.wikipedia.org/.
3 - Google Maps - maps.google.com.

2 comentários:

Daniel disse...

Muito bacana esta correlação do espacial com o conteúdo! um link importante para dar uma melhor visão sobre um fato, um local um momento histórico. Não tinha ouvido falar sobre este serviço, que tem tudo para crescer e tornar a internet mais `espacial´ do que textual.
boa informação!
Mamoré

Lilly Rolim disse...

Acho que vc quis dizer "Time Spece Map"no terceiro parágrafo: "Uma análise mais profunda do Time Stamp Map, nos mostra..."

O artigo trás conceitos bem inovadores. Parabéns!